quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Quimioterapia, dicas pessoais que deram certo.

Estou na minha segunda quimio. Hoje é quarta, tomei as medicações na segunda.
Da primeira vez, passei muuuuuuuuuuuuito mal. No noite depois da aplicação e depois de dois dias. Passei 3 dias de cama, com muito enjoo, dor no corpo, fraqueza e cólica intestinal.
Desta vez, segui algums dicas, fora a recomendação médica.

Dias antes da quimio já comecei a comer frutas que ajudam o intestino, tipo, mamão, banana com aveia, entre ourtas. Isso pra ajudar o intestino, pois fiquei ressecada da primeira vez. Desta, meu intestino está legal. Muito suco, de laranja, beterraba e cenoura, principalmente, para evitar anemia.
No dia da quimio, tomei um café da manhã leve e já tomei um Dramin. Fiz a quimio e logo já tomei o Nausedron. Estou intercalando os dois (Dramin de 6 em 6 e Nausedron de 8 em 8, recomendação médica). Estou muito enjoada hj. Mas nos primeiros dias passei bem. E não vomitei nenhuma vez.


Estou tomando Luftal para os gases.

No dia da quimio, almocei um caldo de ervilha. Mesmo achando que poderia comer mais, pois da primeira vez comi uma macarronada que depois virou um desastre. Na janta, salada de frutas. E muito suco, natural com várias frutas diferentes.

No dia posteior a quimio, voltei a clínica para tomar soro e medicação para enjoo. (protocolo médico).

E assim, estou seguindo. Muita água natural e água de coco. Muito suco. Bebo de canudinho quando aperta a náusea, mas não deixo de beber.

Hoje almocei arroz e feijão (uma colher de cada) e um pouco de salada. Que graças a Deus, se mantiveram dentro de mim, rs

Tambem chupei sorvete de limão. Dizem que o gelado alivia a náusea. E que o sabor limão tbm ajuda.
Da outra vez tomei bastante chá de gengibre, que ajudou tbm. Desta vez não senti necessidade dele.

Irão me passar uma receita de purê de maçã, que depois eu posto aqui.

Outra dica, estou mastigando bem devagar e comendo e bebendo o dia todo em pequenas doses. Descansando bastante e tendo muita paciência, pois logo esses dias passam.

Tenho cuidado bastante da minha parte emocional, mantendo-me calma, vendo o lado positivo de tudo, tendo paciência e a certeza de que tudo dará certo. Tenho também pedido muito para o meu anjo da guarda me ajudar. E ele tá fazendo várias horas extras comigo.

Bom essas são dicas pessoais, nunca deixe de conversar com seu médico sobre suas dúvidas e sobre as dicas que recebe. Todo mundo tem uma receita milagrosa nessas horas. É preciso ter discernimento para saber qual seguir.

Espero ter ajudado!
Bjocas

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Livros úteis

Estou lendo dois livros muito úteis :
- "Anticâncer" de David Servan- Schreiber. Editora Fontanar. Um médico que teve um tumor no cérebro e que além do tratamento convencional, buscou pesquisas sobre alimentação e comportamento que podem estar envolvidos com o câncer e sua cura.

-"O que as mulheres querem saber sobre câncer de mama. As 100 perguntas mais frequentes" de Ricardo Antônio Boff e Francisco Wisintainer. Editora Mesa Redonda.

Darei dicas e informações aqui baseadas  nestes dois livros.

Espero que sejam úteis como prevenção e ajuda no tratamento.

Bjocas a todos!

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

A força vem de fora (facebook em 13 de setembro de 2011)

Todos os dias, escuto alguém em dizendo que sou muito forte por estar encarando essa situação como estou. Qria dizer que essa força vem da minha família, do melhor companheiro pra minha vida que poderia escolher, meu namorado, e dos meus amigos. Não sou diferente de ngm que já tenha tido câncer ou conviveu com essa doença de alguma forma. É horrível. dá medo, a gente chora, mas o que venho tentando mostrar publicando minha vida aqui no face é que dá pra ser menos horrível, dá pra ter menos medo, dá para sorrir ao invés de chorar. Qria que todos aprendessem sem precisar passar por uma doença, como eu precisei, que a vida é fácil de ser vivida, é gostosa, dá pra ser feliz com tudo que temos seja lá o que for que temos, rs Dá para encarar um problema de frente e derrotá-lo e se vc tiver toda a ajuda que eu estou tendo, então fica muito fácil!!!
Bjocas pra todos meus qridíssimos amigos que todos os dias me fazem sorrir!!!!!

Um presente de Deus (facebook em 02 de agosto de 2011)

Podem me chamar de louca, mas o câncer até agora só me trouxe coisas boas! Me trouxe vida, porque me fez repensar a qualidade dos meus relacionamentos e dos meus sonhos. Me trouxe tanto amor, carinho e cuidados, conseguiu unir meus amigos, mesmo aqueles que não se conhecem em uma corrente tão forte de energias boas que me faz continuar com minhas atividades como se nada acontecesse. Me trouxe paz, porque me fez parar e refletir e nessa próxima fase vai me trazer descanso, vai me ensinar o desapego e me fazer olhar pra criança que vive aqui dentro de mim. E ainda vou poder usar peruca, chapéu e lenço sem ngm me zuar, rs Ter câncer, e claro, me curar dele, foi um grande presente de Deus pra mim!

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Câncer de mama, algumas informações

O que é câncer de mama?
Câncer de mama é o desenvolvimento anormal das células do seio. Estas células crescem e substituem o tecido saudável.

Câncer de mama é uma doença tratável. A descoberta precoce é a chave para sobreviver ao
câncer de mama. O câncer normalmente começa com um pequeno nódulo que, com o tempo pode crescer e se espalhar para áreas próximas, como os músculos e pele, assim como nódulo de pus sob o braço. Principalmente o tumor pode se espalhar para órgãos vitais como fígado, cérebro, pulmão e espinha.

Mais ou menos uma entre oito mulheres desenvolvem
câncer de mama. Mesmo com o recente progresso de descoberta precoce e tratamentos aperfeiçoados, o câncer de mama é terceira maior causa de morte para mulheres nos E.U.A

Como ocorre?
A causa do
câncer de mama não é conhecida. Qualquer mulher pode desenvolver câncer de mama e apesar de muito menos comum, homens também podem. Algumas mulheres são mais propícias a desenvolver câncer do que outras se apresentarem os seguintes fatores :

- Ter mãe ou irmã com
câncer de mama
- Nunca ter tido filhos
- Ter tido o primeiro filho após os 30 anos
- Histórico de exposição a radiação
- Fumar
- Terapia hormonal (estrogênio)
- Uso excessivo de álcool
- Ferimento no seio
-
Obesidade

Não há evidências definidas ainda que o uso de pílulas por um longo período de tempo pode causar
câncer de mama, mas esta possibilidade continua a ser estudada. Também parece que tomar estrogênio depois da menopausa causa um pequeno aumento de risco de câncer de mama.

Pesquisadores também estão estudando alguns
vírus como possíveis causas.

Quais são os sintomas?
Na maior parte das vezes o primeiro sinal do
câncer de mama é um pequeno nódulo no seio. O nódulo é geralmente indolor que pode crescer lenta ou rapidamente.

Outros sintomas do
câncer de mama incluem:

- Mudança de cor, reentrâncias, enrugamentos, ou elevação da pele em uma área do seio
- Uma mudança do tamanho ou formato do seio
- Secreção no bico do seio
- Um ou mais nódulos nas axilas

Como é diagnosticado?
Para descobrir o
câncer de mama o mais rápido possível, você deverá, a partir do momento que tiver idade suficiente para ter exames ginecológicos anuais:

- Fazer um auto exame mensal
- Fazer exame médico pelo menos uma vez ao ano
- Fazer uma
mamografia entre 35 a 39 anos de idade. A partir daí, após os 40 a cada 1 ou 2 anos, de acordo com o programa recomendado pelo seu médico. A partir dos 50 anos, você deve fazer uma mamografia a cada ano. Se você apresentar características de alto risco de câncer de mama, você deve começar a fazer mamografias regulares aos 35 anos ou menos.

A maior parte dos nódulos não são câncer. Na maioria das vezes eles são cistos com fluidos no
tecido do seio que aumentam e diminuem com o ciclo menstrual. Mas todo nódulo deve ser avaliado.A avaliação normalmente envolve:

- um exame médico
- uma
mamografia
- uma
biópsia de agulha ou cirúrgica (estes testes devem ser feitos mesmo que o nódulo não seja visto na mamografia)

Se fizer
biópsia de agulha (também chamada de aspiração de agulha), primeiramente será aplicada uma anestesia local para adormecer a área do seio que será analisada. Então o médico insere uma agulha dentro do nódulo e retira o fluido ou tecido dele. Se o fluido completar a agulha, o nódulo é um cisto de fluido e não câncer. Remover o fluido também faz o nódulo desaparecer. O tecido retirado pela agulha será examinado no laboratório.

Se fizer
biópsia cirúrgica, será aplicada uma anestesia local por seu médico que fará um corte no seio e removerá o nódulo. Este tecido será examinado através de um microscópio. Um teste receptor de estrogênio (ER) poderá ser feito com a amostra da biópsia para ver se os hormônios promoveram o crescimento do tecido cancerígeno. Um nódulo linfático também pode ser removido das axilas para que se verifique se o câncer estendeu-se além do seio.

Como é tratado?
Se um
nódulo do seio é cancerígeno, a decisão para tratamento será feito por você, seu cirurgião, e seu oncologista (especialista de câncer).Estas decisões serão baseadas no tipo e no tamanho do câncer e se ele estendeu-se para o nódulo ou para outras partes do corpo.

Os possíveis tratamentos cirúrgicos são lobectomia (remoção somente do tecido cancerígeno) ou
mastectomia (remoção completa do seio). Outros tratamentos possíveis são a radiação e a quimioterapia, estes tratamentos podem ser usados isolados ou em combinação.

Se você estiver considerando a mastectomia, você deve discutir com seu cirurgião as opções e datas para a reconstrução cirúrgica.

Como posso me cuidar?
Se foi diagnosticado
câncer de mama:

- discuta com seu médico a respeito do
câncer e opções de tratamento. Não hesite em ter uma segunda opinião.
- Pergunte para seu médico o que deve ser feito caso o tratamento cause desconforto.
- Faça exames regulares após o tratamento terminar.
- Continue com auto-exame mensal, mesmo que ambos os seios tenham sido removidos cirurgicamente, para que se possa perceber cedo a reincidência do câncer, caso haja.

Muitos serviços de suporte estão disponíveis para as mulheres com
câncer de mama. A sobrevivência ao câncer de mama continua sendo aperfeiçoado. A maior parte dos tumores são encontrados pelas próprias mulheres. Quanto mais as mulheres fizerem o auto-exame regular, mais o câncer será constatado prematuramente. Como a mamografia e outras tecnologias aperfeiçoam-se, o câncer tem sido detectado antes mesmo de sua existência ser sentida ou suspeita. Detecção prematura aumentam grandemente as chances de sobrevivência e facilitam o êxito do tratamento. Para detectar o câncer prematuramente:

Faça um auto-exame mensalmente.

- Faça mamografias anuais a partir dos 50 anos
- Não ignore um
nódulo ou mudança na aparência ou sensação do seio. Lembre-se que o tumor cancerígeno é normalmente indolor.


http://boasaude.uol.com.br/lib/ShowDoc.cfm?LibDocID=3217&ReturnCatID=1572

Minha história....

Em janeiro desse ano, quando estava tomando banho me veio um pensamento: "As mulheres que tem câncer de mama hj não precisam se desesperar, a medicina está avançada, tira-se a mama e já coloca uma prótese de silicone no lugar". Mas porque pensei isso? Não havia visto nenhum programa ou comercial sobre, ninguém próximo a mim com a doença.
Passaram os dias e a idéia não saia da minha cabeça. O jeito era marcar um ginecologista e assim o fiz.
Meu primeiro ultrassom veio com o diagnostico de Bi- Rads 3 (nódulo possivelmente benigno, depois explico melhor a classificação) e o médico que me atendeu disse que não precisava fazer nada e não me preocupar.
Mas eu me preocupei e minha mãe tbm. Por insistência dela marquei consulta com um mastologista que me pediu uma ressonância magnética (RM). E quando ele viu o resultado me disse: "Seu anjo da guarda está de plantão, não pediria uma RM para alguém tão jovem, mas algo me fez pedir." O resultado? Nódulo de 1,3x 1,0cm de contornos irregulares com microcalcificações na mama esquerda. O olhar do médico que fez a RM já havia me dito tudo e com esse diagnóstico já comecei a me preparar.
Após a RM, mamografia, outra ultrassonografia, biópsia. E lá estava ele, carcinoma ductal in situ grau nuclear 3 do tipo comedo de 2,2 cm (sim já havia crescido).
Após 15 dias, fiz uma quadrantectomia e reconstrução mamária. Cirurgia com sucesso, recuperação melhor que o esperado. Ainda havia os próximos passos a seguir: radioterapia e quimioterapia.
Fiz 25 sessões de radio e até o momento 1 das 6 sessões de quimio.
A radioterapia me dava muito sono, agulhadas na mama e minha pele ficou "bronzeada". Mas me sentia muito bem. Continuei com todos os compromissos: trabalho, pós-graduação e até academia.
Os amigos, do cotidiano e aqueles que a vida leva pra longe, uniram-se em orações e mensagens que me dão suporte todos os dias. Meu namorado o melhor companheiro que poderia ter e minha família que sempre foi sinônimo de amor e união esteve ao meu lado me ajudando a reconhecer que minha vida não poderia ser melhor e que a escolha era apenas uma: lutar por ela.
Meu primeiro oncologista (no meio do caminho mudei) me perguntou: "Como vc descobriu isso menina?", eu sorri e disse "Foi meu anjo da guarda".
E é meu anjo da guarda que me faz acordar todo dia com a certeza de que tenho muito bem a fazer aqui na Terra ainda. Um amigo querido me disse: "Quando a gente faz o bem, Deus pode prolongar nossa vida aqui!"
E eu sempre procurei fazer o bem, pois foi assim que me educaram. E acredito que as pessoas só morrem depois de cumprirem suas missões. E se a gente se propor a realizar uma missão do bem, claro que nossa hora vai demorar mais a chegar, rs
Eu amo a Vida, eu amo a minha vida! E agora muito mais! Sinto, como nunca o amor que Deus tem por mim, pois se ele não tivesse me soprado ao ouvido o que me aguardava, poderia eu estar hj com um ca crescendo dentro de mim, sem saber (nunca tive sintoma nenhum).
Eu digo que o câncer foi um presente de Deus! Pois o que aprendo com essa  situação já me faz mais forte, mais serena, com mais paz e mais feliz! E Ele nos dá forças para carregarmos nossas cruzes! Ninguém recebe o que não poderia suportar.
E com tantos sinais de que Deus está comigo (o "pressentimento", as palavras dos médicos, a recuperação excelente) só posso me sentir abençoada.
Nosso problemas, sejam quais forem, têm a cor e o tamanho que dermos a ele! Tudo pode ser superado e resolvido! Se vc tem 1 problema e se desespera, então vc tem 2 problemas!
Hj, careca por causa da quimio, brinco com a vaidade, um dia morena de cabelos curtos, no outro ruiva, no outro loiraça de cabelos longos, outro dia carequinha mesmo, um lenço, um chapéu...que na verdade pouco importa, pois a beleza vem do olhar, do sorriso, da felicidade de estar VIVA!!!
Espero poder compartilhar minha experiência, levar informação às pessoas, levar amor, paz, conforto, poder de alguma forma fazer a diferença pra alguém!!