quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Minha história....

Em janeiro desse ano, quando estava tomando banho me veio um pensamento: "As mulheres que tem câncer de mama hj não precisam se desesperar, a medicina está avançada, tira-se a mama e já coloca uma prótese de silicone no lugar". Mas porque pensei isso? Não havia visto nenhum programa ou comercial sobre, ninguém próximo a mim com a doença.
Passaram os dias e a idéia não saia da minha cabeça. O jeito era marcar um ginecologista e assim o fiz.
Meu primeiro ultrassom veio com o diagnostico de Bi- Rads 3 (nódulo possivelmente benigno, depois explico melhor a classificação) e o médico que me atendeu disse que não precisava fazer nada e não me preocupar.
Mas eu me preocupei e minha mãe tbm. Por insistência dela marquei consulta com um mastologista que me pediu uma ressonância magnética (RM). E quando ele viu o resultado me disse: "Seu anjo da guarda está de plantão, não pediria uma RM para alguém tão jovem, mas algo me fez pedir." O resultado? Nódulo de 1,3x 1,0cm de contornos irregulares com microcalcificações na mama esquerda. O olhar do médico que fez a RM já havia me dito tudo e com esse diagnóstico já comecei a me preparar.
Após a RM, mamografia, outra ultrassonografia, biópsia. E lá estava ele, carcinoma ductal in situ grau nuclear 3 do tipo comedo de 2,2 cm (sim já havia crescido).
Após 15 dias, fiz uma quadrantectomia e reconstrução mamária. Cirurgia com sucesso, recuperação melhor que o esperado. Ainda havia os próximos passos a seguir: radioterapia e quimioterapia.
Fiz 25 sessões de radio e até o momento 1 das 6 sessões de quimio.
A radioterapia me dava muito sono, agulhadas na mama e minha pele ficou "bronzeada". Mas me sentia muito bem. Continuei com todos os compromissos: trabalho, pós-graduação e até academia.
Os amigos, do cotidiano e aqueles que a vida leva pra longe, uniram-se em orações e mensagens que me dão suporte todos os dias. Meu namorado o melhor companheiro que poderia ter e minha família que sempre foi sinônimo de amor e união esteve ao meu lado me ajudando a reconhecer que minha vida não poderia ser melhor e que a escolha era apenas uma: lutar por ela.
Meu primeiro oncologista (no meio do caminho mudei) me perguntou: "Como vc descobriu isso menina?", eu sorri e disse "Foi meu anjo da guarda".
E é meu anjo da guarda que me faz acordar todo dia com a certeza de que tenho muito bem a fazer aqui na Terra ainda. Um amigo querido me disse: "Quando a gente faz o bem, Deus pode prolongar nossa vida aqui!"
E eu sempre procurei fazer o bem, pois foi assim que me educaram. E acredito que as pessoas só morrem depois de cumprirem suas missões. E se a gente se propor a realizar uma missão do bem, claro que nossa hora vai demorar mais a chegar, rs
Eu amo a Vida, eu amo a minha vida! E agora muito mais! Sinto, como nunca o amor que Deus tem por mim, pois se ele não tivesse me soprado ao ouvido o que me aguardava, poderia eu estar hj com um ca crescendo dentro de mim, sem saber (nunca tive sintoma nenhum).
Eu digo que o câncer foi um presente de Deus! Pois o que aprendo com essa  situação já me faz mais forte, mais serena, com mais paz e mais feliz! E Ele nos dá forças para carregarmos nossas cruzes! Ninguém recebe o que não poderia suportar.
E com tantos sinais de que Deus está comigo (o "pressentimento", as palavras dos médicos, a recuperação excelente) só posso me sentir abençoada.
Nosso problemas, sejam quais forem, têm a cor e o tamanho que dermos a ele! Tudo pode ser superado e resolvido! Se vc tem 1 problema e se desespera, então vc tem 2 problemas!
Hj, careca por causa da quimio, brinco com a vaidade, um dia morena de cabelos curtos, no outro ruiva, no outro loiraça de cabelos longos, outro dia carequinha mesmo, um lenço, um chapéu...que na verdade pouco importa, pois a beleza vem do olhar, do sorriso, da felicidade de estar VIVA!!!
Espero poder compartilhar minha experiência, levar informação às pessoas, levar amor, paz, conforto, poder de alguma forma fazer a diferença pra alguém!!