domingo, 22 de novembro de 2015

Por que fazer o bem? Se fiquei entre tantos que se vão é porque tenho muito trabalho a fazer...

Desde que me conheço por gente eu tenho um "q" com voluntariado. Gosto de trabalhar em troca de sorrisos, gentilezas e muito Amor. Aos que acham que sou santa ou aos que acham que quero parecer santa, tenho um segredo a contar.... não é nada disso!! A verdade é que ganho e muito com atos de caridade e ajuda voluntária que faço. E o que eu ganho não está à venda em local nenhum, não se pode comparar a nada material. É mágico, abastece-me, encanta-me, vicia... E Deus é tão generoso comigo que sempre me permite realizar esse tipo de trabalho. Se seu ano foi maravilhoso, agradeça fazendo caridade. Se seu ano foi difícil (assim como o meu) faça caridade. Porque se foi difícil, de repente está colhendo o que plantou...já parou para pensar nisso? Vamos plantar flores então, vamos plantar sorrisos, vamos plantar amizades, Amor, caridade.... Vivi o caos interior esse ano....rs...pior que minha crise dos 30...rs Mas agradeço todo o caos, toda dor, toda maldade, todo erro que cometeram comigo ou que eu cometi, pois me levaram aonde estou hoje... Assim como sempre agradeci o câncer por ter me mostrado e me ensinado tanta coisa... Muito se fala em Amor, boas vibrações, caridade, amizade, companheirismo. Pouco se faz de verdade a respeito disso tudo. Mas quando vc se propõe a viver realmente em paz e se abastecendo de Amor, coisas boas acontecem. Confie em mim!! Ou melhor, confie em você ou melhor ainda confie em Deus!!! É a Lei da Semeadura!!! Tudo que se planta, cuida, abastece, ampara, colhe-se na hora certa!!! E se esse ano você ainda não ajudou alguém, você ainda quer ajudar, quer plantar coisas boas eu tenho um convite a fazer!!! Faça doações. Procure instituições que façam um trabalho para o bem e as ajude... Neste sentido, estou arrecadando alimentos a instituição Vida e Sobriedade de Santa Bárbara d Oeste. Uma comunidade terapêutica que trabalha com dependentes químicos. Se quiser me procure para ajudar.
Como diz uma amiga. Se eu fiquei, entre tantos que se vão com o câncer, é porque tenho muito trabalho a fazer... então mãos à obra, porque a Vida é bonita, é bonita e é bonita!!!!

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Somos responsáveis

Quinta achei o "nódulo". Sábado, o médico achou o "nódulo". Terça no exame, na verdade não era um novo nódulo. E entre quinta e terça milhões de coisas passaram pela minha cabeça. Não, não tive medo. Mas fiquei imaginando todas as possibilidades e entre elas o fato do câncer ter voltado. E se ele voltar? Como agirei? Se ele voltar, porque ele teve que voltar? Qual foi a lição que ainda não aprendi para ter reprovado nesta prova? E o que eu ando fazendo para que haja abertura para ele voltar? O câncer não é o vilão. Nós somos! Digo e repito que foi uma benção passar por essa experiência. Mas o fato de ter sido uma benção não significa que foi fácil.Porém algo que aprendi com o câncer, com a Vida é que eu sou a responsável! Pelo meu corpo, pelo meu caminho, pelo meu estado de espirito. Livre arbítrio. Mesmo quando nos atiram pedras, cabe a nós decidir se vamos nos defender, desviar ou tacá-las de volta. Mesmo quando há erros de outras pessoas, cabe a nós decidir o que fazer com eles. Mesmo quando há um relacionamento onde o outro falta com sua parte, cabe a nós decidir por ficar ou partir. É como a Cora Coralina fala: Mesmo quando tudo desaba, cabe a nós decidir sorrir ou chorar, enfrentar ou desmoronar. Livre arbítrio. Simples, direto, concreto. E quanto ao câncer, nós decidimos como enfrenta-lo ou não. No fundo fomos nós, por meio de nossas atitudes e comportamentos, que o criamos. Ninguém injetou células cancerígenas em nós, nem ninguém nos obrigou a comer ou conviver com fatores cancerígenos. Nós somos responsáveis! E assumir essa responsabilidade nos dá oportunidade de buscar novos caminhos, de repensar nossa vida, de tomar as atitudes certas e suportar as consequências sem culpar ninguém. E isso é libertador!!!! Quando nós entendemos realmente o poder de nosso livre arbítrio entendemos que somos e estamos onde deveríamos e que a mudança de tudo começa com a gente. Não vou esperar o próximo susto para mudar meu estilo de vida ou me precaver de uma recaída. Escolho e decido desde já tomar as ´ rédeas da minha Vida e alinhar as velas do meu barco.... e viver em paz e saudável!!! Porque a Vida é bonita, é bonita e é bonita!!!!